Remarketing: Tecnicas para alavancar suas vendas | Blog Frenet
Frenet Aumente suas vendas oferecendo fretes mais baratos
4 práticas de Remarketing para alavancar as vendas do seu e-commerce

Remarketing: 4 Tecnicas para alavancar suas vendas

Um dos principais problemas do marketing digital é o fato de que muitos usuários demonstram interesse em negociar com uma empresa e, eventualmente, desistem e não voltam a contactá-la, por vários motivos. Essa desistência no meio do caminho representa perda de dinheiro para a companhia e falta de retorno sobre os investimentos realizados na tentativa de conversão. Mas para solucionar esse problema, existe o remarketing.

Com essa estratégia, é possível aumentar as vendas e reduzir taxas de abandono de carrinhos em seu e-commerce. Quer saber como conseguir isso? Continue acompanhando o post.

Qual o conceito de remarketing?

O remarketing é uma estratégia utilizada para fazer marketing novamente para um potencial lead que demonstrou interesse inicial em algum produto de sua loja, mas mudou de ideia.

Essa conceito é, geralmente, aplicado com novas abordagens de atração, que visam apresentar algo ao potencial comprador de uma maneira diferente. É como evidenciar um ponto positivo que ainda não tinha sido esclarecido para ele, a fim de convencê-lo. Em caso de dúvidas, esse princípio também pode servir como uma ferramenta de suporte, resolvendo possíveis questionamentos que os consumidores possam ter.

Tudo isso também funciona como uma boa estratégia para reforçar o relacionamento da loja com o cliente, com a possibilidade de gerar valor continuamente por meio de diferentes formas de comunicação. O foco é acelerar a decisão de compra, além de promover a marca e fidelizar o público.

Quais as práticas ideais de remarketing?

Como funciona o remarketing?

Após entender o conceito, vamos adentrar um pouco mais sobre o funcionamento do remarketing e como ele pode ser interessante para muitos modelos de negócios.

O remarketing funciona de uma maneira quase mágica. Ele entende seus interesses com base em suas buscas e, a partir disso, procura te impactar novamente para que tenha mais chances de concluir a compra.

Olhando assim à primeira vista pode parecer bem complicado, mas com um exemplo prático fica muito mais fácil de entender. Vamos lá?

Pense que, hipoteticamente, você queira comprar uma geladeira. Você pesquisa por esse produto no seu mecanismo de busca e clica no primeiro link disponível, dentre os anúncios.

Você avalia as opções daquele site, mas decide por não concluir a compra por algum motivo. Porém, pelo fato de você ter visitado a página e ter passado algum tempo nela, é registrado que possui algum interesse pela compra, mesmo não tendo concluído.

A página, então, fica marcada pelo que chamamos de cookie e fica guardada em seu computador. Esse cookie funciona como um carimbo, indicando que você está propenso a receber mais anúncios daquele produto e outros relacionados do mesmo site que visitou. 

A intenção do remarketing é te levar para a conversão, isto é, a compra. Então, pensando na lógica do funil de marketing, a intenção por trás dessa prática é avançar o lead para a próxima etapa.

Resumindo, o remarketing tem como objetivo principal levar o lead para a conversão ao se apresentar múltiplas vezes por meio de anúncios e construindo uma lembrança na mente do consumidor. 

Ficou mais simples de entender o que é remarketing, não acha? Conta pra gente nos comentários! 

Entenda mais sobre o remarketing e suas práticas ideais abaixo:

Quais as práticas ideais de remarketing?

Veremos a seguir algumas ações interessantes para impulsionar essa estratégia em uma empresa. Confira!

1. Defina o público-alvo

É fundamental ter um público bem definido, afinal, remarketing depende profundamente do conhecimento sobre os consumidores. Então, quando uma companhia planeja bem as ações para um alvo específico, estudando seus hábitos e características, ela adquire o conhecimento necessário para criar campanhas que visam relembrar determinados produtos, atingindo, de forma direta, o lead em suas necessidades e problemas. Assim, é possível engajar o cliente e melhorar o relacionamento.

2. Faça anúncios gráficos

Outra boa dica para estratégias efetivas de lembrança é a utilização de anúncios gráficos, o que vai de imagens estáticas a animações curtas (GIFs). O uso de recursos visuais ajuda a chamar a atenção do comprador e a criar um senso de urgência, que o levará à decisão final.

3. Diversifique os canais de exibição

Também é interessante aproveitar a variedade de possibilidades de divulgação e de criação que a internet fornece e diversificar os canais de exibição. Se sua companhia consegue encontrar o potencial consumidor em diversos lugares, fica mais fácil para ele relembrar o seu produto e voltar ao processo de compra que deixou inacabado, por exemplo.

4. Ofereça vantagens na finalização da compra

Essa dica é bem importante e está relacionada com a primeira. Proporcionar vantagens no momento final ajuda a tornar o último passo irresistível para o consumidor: se ele ainda tiver algumas dúvidas com relação ao produto, é compelido a fechar a transação por conta dos benefícios diferenciais. Isso também tem um peso na satisfação do cliente, já que a empresa consegue gerar valor para ele de uma forma única e se destaca em meio à concorrência.

Qual a diferença entre remarketing e retargeting?

Quais são os melhores canais para fazer remarketing?

Sem dúvidas, o canal mais popular para realizar remarketing é o Google. Através do Google Ads é possível configurar uma campanha de remarketing completa, visando impactar novamente possíveis leads.

Dentro da plataforma de busca é possível realizar remarketing na rede de display, por meio de banners virtuais em sites parceiros, e também remarketing na rede de pesquisa.

Outros canais interessantes de realizar remarketing são as redes sociais. 

Fazer remarketing no Facebook e no Instagram também é muito inteligente, já que são espaços digitais muito presentes no dia a dia do consumidor. Feitos pelo Facebook Ads, os anúncios de remarketing aparecem dentro das plataformas, entre os conteúdos orgânicos, e impactam milhares de pessoas todos os dias.

É um ótimo canal para tentar levar aquela pessoa que desistiu de comprar algo para a conversão. Considere começar a investir nesses espaços e veja os resultados! 

Qual a diferença entre remarketing e retargeting?

O retargeting é uma estratégia bem parecida com o remarketing, mas bem mais específica: foca em anunciar um mesmo produto para uma mesma pessoa em contextos diferentes, como quando vemos um anúncio em uma rede social sobre algo que pesquisamos horas atrás.

Outra diferença é que, embora também satisfaçam outros propósitos, as ações de remarketing geralmente se concentram em lidar com clientes em um estágio avançado do funil de vendas, enquanto o retargeting, em convencer o consumidor quando ele ainda se encontra na fase de pesquisa.

O remarketing é uma poderosa ferramenta para recuperar o relacionamento entre quem compra e quem vende. Por meio de diversas ações, é possível convencer novamente o comprador, a fim de efetivar a venda e gerar lucro.

 

Gostou de aprender mais sobre remarketing? Então, não perca este artigo sobre dicas de como diminuir a devolução de produtos no e-commerce.

Além disso, acesse o site da Frenet e entenda como ela pode ajudar você e seu negócio. Na Frenet você encontra muitas facilidades, como criar regras de frete, fazer a conexão entre sua plataforma de e-commerce e as principais transportadoras do mercado e simulações de frete.

Frenet: Aumente suas vendas oferecendo fretes mais baratos

Nilo Peçanha, 507 Salas 07 e 08
Centro, Birigui – SP
16200-065

© 2022 Frenet – CNPJ 05.009.138/0001-75