Interesse pelo dropshipping cresce na venda online
Frenet Aumente suas vendas oferecendo fretes mais baratos
Dropshipping: tendência na venda online

Dropshipping: tendência na venda online

O setor do e-commerce está crescendo consideravelmente desde o início da pandemia. Assim, o interesse pela terceirização do estoque ganha força com o dropshipping.

Com a pandemia, pessoas perderam o emprego, lojistas tiveram que fechar as portas e muitos não conseguiram reabrir. Com isso, o e-commerce se tornou uma saída para empreender.

Os consumidores, por sua vez, também estão aderindo a compra online como opção. Uma pesquisa realizada pelo NielsenIQ Ebit aponta que 90% dos entrevistados têm pretensão de comprar algum produto em e-commerces no primeiro trimestre de 2022. A porcentagem é um pouco menor comparada ao ano anterior, porém, o número ainda é bastante expressivo.

Como consequência disso, o setor vem crescendo gradativamente desde 2020. Em 2021 o e-commerce brasileiro faturou R$150,8 bilhões e a expectativa é aumentar o lucro em 12% este ano.

Com todo esse crescimento, muitos lojistas estão despertando o interesse no dropshipping como forma de empreender na internet. Dessa forma, o dropshipping se tornou uma tendência.

Mas afinal, o que é dropshipping e como funciona?

O dropshipping é um modelo de loja online, no qual, o estoque é terceirizado. Os fornecedores das mercadorias são responsáveis pela produção, estoque e envio das encomendas para os consumidores.

Na prática, funciona da seguinte forma: o cliente acessa o site, escolhe o produto e realiza a compra. Após isso, a loja virtual envia automaticamente o pedido para o fornecedor com os dados de entrega. Ele é responsável pela produção, separação, embalagem e envio do produto para o consumidor final.

Dessa forma, o lojista não se envolve diretamente nas etapas pós-venda. Com isso, tem mais liberdade para focar em soluções que impulsionam a loja virtual, como o marketing, por exemplo.

Diferença de dropshipping e e-commerce?

As principais diferenças entre o dropshipping e o e-commerce são: estoque e envio da mercadoria.

No e-commerce, o lojista é responsável por todo o processo de venda e pós-venda. Dessa forma, após receber o pedido, ele realiza a separação do produto no estoque próprio, embala e envia para o cliente.

Já no dropshipping o processo é dividido entre o lojista e o fornecedor. O lojista realiza a venda e o fornecedor fica encarregado de realizar a separação e envio da mercadoria.

Quais são as vantagens e desvantagens?

Uma das principais vantagens do dropshipping é o baixo custo de investimento, uma vez que não tem custo com estoque próprio. Dessa forma, o lojista não precisa adquirir os produtos previamente, correndo o risco de não vender alguma mercadoria e ficar com ela parada no estoque.

Além disso, para trabalhar com dropshipping não é necessário um grande espaço, é possível trabalhar até de casa. Como também, não é preciso de uma grande equipe.

Porém, há um ponto de atenção muito importante, a escolha do fornecedor. Apesar de o envio da mercadoria para o consumidor ser uma atribuição do fornecedor, a garantia da entrega é do lojista. Afinal, o cliente quer receber o produto em ótimas condições e é a marca que está em jogo.

Sendo assim, escolher bons fornecedores é imprescindível para não deixar o consumidor na mão e evitar avaliações negativas.

Uma desvantagem é a margem de lucro baixa, já que, como o lojista não adquire o produto previamente, ele recebe apenas uma porcentagem pela revenda.

Outro ponto negativo, é a dificuldade de controle do estoque. Como o estoque está com o fornecedor, é difícil verificar se o produto está disponível. Dessa forma, pode ocorrer de vender um item que esteja esgotado, por exemplo.

Frenet: Aumente suas vendas oferecendo fretes mais baratos

Nilo Peçanha, 507 Salas 07 e 08
Centro, Birigui – SP
16200-065

© 2022 Frenet – CNPJ 05.009.138/0001-75