Como a indústria pode vender online 3 modelos práticos
Frenet Aumente suas vendas oferecendo fretes mais baratos

Como a indústria pode vender online

Com o sucesso de vendas do e-commerce, e após um ano em que o comércio virtual se tornou uma opção para lojistas e fabricantes continuarem suas vendas, a indústria também passa a voltar os olhos para este formato de vendas. Além dos benefícios econômicos, já que para vender online não é preciso ter a estrutura de uma operação de loja física, as indústrias encontraram ali um nicho amplo de mercado, seja vendendo nas próprias lojas virtuais ou através de marketplaces. É um amplo mercado que passa a se abrir e novas oportunidades surgem tanto para novos empreendedores quanto para empresas já consolidadas que precisam se reestruturar no mercado. 

Modelos de venda: 

Como falamos, o e-commerce é tão amplo que também permite ao empreendedor escolher o modelo de vendas que mais se adequa à sua operação: 

Modelo I2C – Industry to Consumer: Este é o formato onde a indústria passa a ter a sua loja virtual e se relacionar diretamente com o consumidor final, cuidando com o lucro maior do produto, faturando antecipadamente, mas tendo que ficar responsável também pela logística de entrega. É preciso ter uma equipe pronta para operar a loja virtual e dar conta de estoque e logística, mas para isso, a melhor opção é um ERP integrado, que gerencia os processos administrativos e logísticos através de um sistema unificado. 

Modelo Marketplace: Neste formato, a indústria também vende para o consumidor, mas através  dos grandes sites e marketplaces. Desta forma, não é necessário ter uma loja virtual própria, pagando apenas uma comissão sobre as vendas para esses sites e recebendo em média 30 dias após a venda.

A indústria busca esta aproximação há alguns anos com o consumidor final, sempre pensando em oferecer bons valores e produtos. Com a transformação e a aceleração digital do ano de 2020, as as indústrias migraram mais rápido para o digital e entenderam a necessidade de investir em e-commerces e marketplaces. 

Integração através do sistema de gestão:

Com o módulo de produção, uma funcionalidade que auxilia na gestão do processo produtivo das pequenas e médias indústrias, é possível realizar as vendas da indústria diretamente para o consumidor final, através das integrações com plataformas e marketplaces. Com a facilidade a relação entre fabricante e cliente ganha força e anula a participação de agentes intermediários. 

Dentro do ERP, também é possível gerar uma ordem de produção a partir de pedidos de venda que possuem produtos com composição. Para finalizar uma ordem de produção, também é possível encerrar o processo dentro da ordem total ou parcialmente. Ao finalizar uma Ordem de Produção, é possível fazer lançamento de estoque:

  • Os componentes usados como insumo serão registrados como saída de estoque
  • Os produtos produzidos serão contabilizados como entrada no estoque

Você também consegue configurar para estornar os produtos caso uma ordem que foi finalizada seja cancelada.

Seja na operação através de loja virtual ou através da integração aos marketplaces, utilizar um ERP online e em nuvem é fundamental quando o comércio ganha as proporções virtuais. Isso por que todo o processo de produção, estoque, venda, integrações e logística,  ficam integrados em um sistema unificado. 

O grande desafio das indústrias sempre foi conseguir administrar operação e vendas em um mesmo sistema, a fim de otimizar tempo e tem maior controle sobre a fabricação do produto. Esta etapa já tem uma solução simples e descomplicada através do sistema de gestão integrado, que dá ao fabricante uma visão mais ampla de toda a etapa de produção do produto. Além disso, o empreendedor otimiza tempo e recursos para pensar no seu negócio de forma criativa e atendendo cada vez mais a demanda do seu cliente.

Frenet: Aumente suas vendas oferecendo fretes mais baratos

Nilo Peçanha, 507 Salas 07 e 08
Centro, Birigui – SP
16200-065

© 2022 Frenet – CNPJ 05.009.138/0001-75