Descubra como melhorar o rastreamento de entregas no seu e-commerce

A comodidade está entre os fatores que ajudam a impulsionar as vendas on-line. Afinal de contas, a ideia de comprar e receber os produtos no conforto de casa estimula muita gente, que preza pela praticidade e pelo conforto. Por isso, o rastreamento de entregas é tema importante em qualquer e-commerce, uma vez que a logística ainda é um entrave para lojistas.

Para esse ano, as estimativas de crescimento do setor são as melhores possíveis. Ao que tudo indica, o e-commerce brasileiro deve crescer cerca de 15%, representando um faturamento de R$ 69 bi.

Apesar disso, os gestores devem ficar atentos aos desafios, pois eles certamente surgirão com essa expansão.

Separamos, neste artigo, algumas soluções para lhe ajudar a melhorar o rastreamento de pedidos. Quer ver? Continue a leitura!

Por que é importante se preocupar?

Quando você observa o desempenho das entregas por meio de gráficos e dados relevantes, consegue analisar melhor os detalhes importantes, como a eficiência das transportadoras. Além disso, é mais fácil para controlar o status dos pedidos, reduzir o número de reclamações e ainda melhorar a relação entre loja e cliente.

Entenda que o rastreamento faz parte de um procedimento logístico, que permite aos interessados acompanhar a fase de pós-venda.

No fim das contas, isso gera mais transparência e ainda oferece a possibilidade de tomar decisões rápidas, sobretudo quando o assunto tem a ver com roubo, perda ou extravio de mercadorias.

Como melhorar o rastreamento de entregas?

A automatização dos processos é uma medida necessária e irreversível. Por isso, é fundamental investir em sistemas apropriados.

A partir de softwares engenhosamente elaborados você consegue obter os indicadores relevantes para acompanhar os procedimentos e identificar falhas. Sobre isso, é imprescindível:

Definir métricas

Determinar a metodologia que será utilizada é o primeiro passo importante para a estruturação dos KPI’s. Afinal, os dados mais relevantes precisam ser levados em consideração.

Ou seja, elas podem ser utilizadas no intuito de analisar a quantidade de entregas feitas em um determinado período, avaliar o número de reclamações ou acompanhar as etapas do pedido (no momento em que o cliente comprou até a entrega da mercadoria). Nesse caso, você define quais são as mais importantes.

Investir em tecnologias de monitoramento

Lidar com tantos pedidos e controlar as etapas de cada um deles não é nada fácil. As chances de erros aumentam gradativamente quando os processos são geridos manualmente.

Nesse caso, as ferramentas automatizadas de rastreamento são mais adequadas para desempenhar esse papel, pois elas fornecem as informações pontuais, permitindo ao gestor identificar os problemas e apresentar medidas assertivas.

Fazer integração dos sistemas

No comércio eletrônico, os lojistas com mais tempo de mercado, por exemplo, necessitam do serviço prestado pelas transportadoras. Afinal, elas são úteis para atender diferentes tipos de demandas.

Apesar disso, a integração de sistemas loja-transportadora é necessária, pois evita conflitos na comunicação, permite obter dados sobre a entrega, garante visibilidade gerencial oportuna e ainda possibilita tomadas de decisão assertivas.

Utilizar etiquetas com códigos de barra

A identificação feita por meio de códigos de barras oferece inúmeras vantagens aos lojistas, uma vez que, além de ajudar a controlar melhor o estoque, também pode ser usada para rastrear mercadorias. Isso ajuda a manter todos informados e ainda reduz os problemas ocasionados por falhas humanas.

O rastreamento de entregas, feito por métodos automatizados, contribui em diversos aspectos. Desse modo, o gestor potencializa a eficácia da comunicação, melhora a produtividade, controla os recebimentos, fortalece a aliança entre loja-consumidor e ainda cresce em termos de profissionalismo no e-commerce.

Quer ficar por dentro de outros assuntos como este? Leia nosso próximo artigo e conheça quais alternativas podem ser usadas para não atrasar as entregas.

Compartilhe!Share on FacebookShare on Google+Share on LinkedInTweet about this on TwitterEmail this to someone

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *