Transportadora: 2 motivos poderosos para usar no seu e-commerce

Primeiramente, vou apresentar apenas 2 motivos para trabalhar com transportadora, porém, são extremamente importantes!

Acrescentamos ao texto, os tipos de empresas de transporte que você precisa ter na sua loja virtual.

Ter Transportadoras Especialistas por Região

Você precisa ter uma transportadora especialista por região. Seja a sua cidade, estado, região (sul, sudeste,…) ou país.

Com um especialista por região, você se tornará competitivo em pequenas áreas de cada vez. Como se estivesse conquistando pequenos territórios um por vez.

Só para ilustrar, seria como jogar War, onde precisamos ir conquistando territórios (e protege-los) para atingir o objetivo final.

Ter Transporta Especialistas por Tipo de Carga

Você pode trabalhar com itens considerados pequenos (Até 5kg), porém, você pode estar perdendo competitividade quando um cliente tenta comprar mais de uma unidade ou compor um carrinho com vários itens.

Isso ocorre por que as transportadoras são especialistas de acordo com o tipo de carga, e, geralmente, o peso é que mais se destaca.

Hoje, se um cliente desejar comprar unidades do mesmo produto, você será competitivo?

Tipos de Transportadora para Loja Virtual:

Motoboy:

A queridinha do momento, a entrega expressa (ou same day delivery) deixou de se tornar diferencial. É praticamente uma obrigação oferecer na sua loja virtual.

Transportadoras Aéreas:

Tornam-se muito competitivas (em preços e prazos) principalmente para regiões atendidas por aeroportos com grande fluxo de passageiros.

Quando há necessidade de interiorizar o pedido, geralmente é realizado re-despacho com uma transportadora parceira, o que acaba encarecendo o envio.

Transportadoras Rodoviárias:

Ideal para produtos grandes e/ou pesados, as empresas que operam somente por rodovias costumam oferecer serviços com menor custo, contudo com maior prazo para entrega.

Transportadoras Híbridas:

Anteriormente, falamos de dois modos bem conhecidos e explorados, porém algumas transportadoras operam nos dois formatos. Portanto, oferecem o serviço aéreo e rodoviário.

Com a finalidade de atender o mesmo cliente em dois serviços, é normal que as transportadoras operem também em formato de parceria, fazendo o famoso “redespacho“. Por vezes isso acaba tornando o envio mais caro.

Transportadora Rodoviária (ônibus):

Pouco utilizada pelas lojas virtuais, utilizar os ônibus para enviar pedidos das lojas virtuais pode ser ótimo, pois eles percorrem grandes distâncias com um curto prazo.

Empresas como a Balcão Balcão integram diversas empresas de ônibus para entregar em mais de 1000 regiões do Brasil. Dessa forma, se tornam uma ótima opção de transporte.

Retirada na Loja:

Pouco utiliza, mas uma arma potente para lojistas que querem aumentar o ticket médio!

Isso mesmo, estimasse que 20% dos clientes que vão retirar o pedido na loja acabam comprando outros itens.

Você ainda passa muita credibilidade para o cliente, uma vez que ele entende que a empresa “existe fisicamente”.

Pontos de Retirada:

Essa forma, muitas vezes não é visto como uma transportadora, mas deve ser analisada com outros olhos e pode, inclusive, apresentar custos para o cliente.

Imagina disponibilizar a retirada em um posto de combustíveis que atende 24h por dia, 7 dias por semana!

Seria incrível, não é mesmo?

Essa é a proposta dos Pontos de Retirada: oferecer conveniência logística para o cliente e gerar tráfego para o negócio local.

Quer ver como estão utilizando essa funcionalidade para vender? Digite “retirada na loja” no google, você verá grandes lojas patrocinando essa palavra-chave!

Como está a sua logística?

Você é competitivo? Consegue utilizar as formas de envio como diferencial competitivo no momento da compra? Você sabe o que um Gateway de Frete pode fazer pela sua loja?

Leia Mais

Logística: Como gerar autoridade no E-Commerce com formas eficientes de frete

Logística eficiente pode fazer sua loja vender mais. Mais utilizado do que nunca, o frete como diferencial competitivo pode fazer sua loja virtual “fechar as fronteiras”.

Para gerar autoridade, você precisará ter, acima de tudo, uma eficiência logística.

Para isso, você precisa diversificar a logística da sua loja. Em resumo, usar simultaneamente diversas formas de envio.

Para o seu cliente, porém, aparecerá apenas as melhores de entrega.

O objetivo final, será o cliente “abrir mão” de pesquisar em outras lojas, pois a sua possuirá a melhor conveniência logística!

Logística em Espiral: Entenda e Aplique

Esse conceito já é utilizado há muitos anos pelo mercado alimentício e está ganhando muita força no e-commerce.

Primeiramente, o conceito é simples:

Antes de tudo, criamos formas de atender bem a região mais próxima da sua loja.

Retirada na loja e pontos de retirada são ótimas opções para atender a sua rua e ruas próximas, o seu bairro e até clientes que estão de passagem pelos arredores.

Bicicleta e motoboy podem fazer entregas mais longas e de forma rápida e de forma imediata. E você precisa oferecer entrega expressa.

A busca por “Same Day Delivery” cresceu muito no google. E não são somente as empresas, os clientes estão buscando lojas que ofereçam entrega expressa.

O segundo passo, é buscar transportadoras que possam atender bem o seu estado.

Lembre-se de buscar especialistas para interior e capital, bem como, tipos de carga (itens grandes e pequenos).

Com a cidade e o estado “conquistados”, busque especialistas por região (sul, sudeste,…) com a mesma lógica anterior (tipos de carga, capitais e interior).

Veja quem usa a logística para gerar autoridade

Mercado Livre e Amazon são dois exemplos.

Dificilmente não somos impactados por campanhas que priorizam o frete como diferencial. Frete grátis, envio expresso, devolução grátis por 30 dias são apenas alguns exemplos como essas empresas utilizam o frete para gerar autoridade e, assim, “blindar” o mercado.

Basicamente, o que eles buscam, é que o cliente não vá buscar o produto em outra loja, uma vez que, dificilmente alguém conseguirá oferecer uma logística tão eficiente.

Mas como fazer isso na minha virtual?

O primeiro passo é buscar especialistas para cada região por cada tipo de carga.

Um especialista para cargas pequenas, outro para grandes e tudo isso por região. Para isso, possuímos um sistema de indicação de transportadoras, que, a partir do seu perfil, segmentamos os transportadores mais indicados para lhe atender.

Em segundo lugar, você precisará conectar a sua loja virtual com a transportadora. Você pode fazer isso de forma automatizada ou por tabela.

No formato automatizado, você precisará apenas das informações de login e senha (token) e, no formato de planilhas, você consegue cadastrar qualquer transportadora.

Por fim, o terceiro passo é um dos mais importantes, é quando vamos configurar como vamos ofertar as opções de frete para o nosso cliente.

Imagine que você possui 5 transportadoras que atendem todo o Brasil, sendo que, cada uma é mais competitiva para uma região.

Quando o seu cliente digitar o CEP, possivelmente aparecerão 10 serviços de entrega. Isso pode confundir o consumidor e tornar a compra mais complexa.

Para isso, você pode criar uma regra, onde define qual o resultado aparecerá no momento da cotação. 2 opções de frete mais rápido e 2 opções de frete mais barato podem ser configuradas, ou seja, você está oferecendo apenas o melhor para o cliente, facilitando a escolha.

Quanto custa para a minha loja virtual?

Ter um Gateway de Frete na sua loja virtual não é um investimento alto.

O maior desafio é desenvolver uma rede de transportadoras parceiras. A maioria delas, não cobra mínimo de envios por mês. Ou seja, não há custo fixo ou custo se houverem poucos envios por uma transportadora específica.

Para integração automatizada, na Frenet, o plano parte de R$ 50,00 mensais. Para conectar por tabela, o valor é de R$ 120,00 (pagamento único).

Autoridade Logística na prática:

Pode parecer simples, mas nesse caso que vamos relatar, realizamos uma indicação que transformou a logística do nosso cliente. Ele possuía duas opções de logística, e acrescentou uma nova transportadora.

Só para ilustrar, primeiro, ele tinha as seguintes opções:

  • Envio Expresso: 4 Dias e R$ 47,39
  • Envio Normal: 8 dias e R$ 27,54

Por fim, depois da indicação, ele acrescentou apenas uma forma de envio que teve o seguinte resultado:

  • Envio Expresso: 2 Dias e R$ 15,67

Ou seja, ele conseguiu a reduzir o prazo de entrega em 50% e o preço em 66,9%!

Se coloque no lugar do cliente!

Com esse preço e esse prazo, em quantas lojas você procuraria os produtos?

Em casos como esse, o preço dos produtos pode ser, inclusive, maior que o dos concorrentes, porém, o preço e o prazo de entrega se tornaram o maior diferencial da venda!

Leia Mais

Pare de Vender pela Internet!

Use a internet para vender!

Partimos do princípio que fazemos a mesma coisa pela internet que fazemos na rua, nos conectamos! E você precisa se conectar com as pessoas (clientes)!

Outro ponto importante, é que vender online não é |necessáriamente| ter uma loja virtual, é utilizar a internet para se conectar com as pessoas e, depois, vender.

A loja virtual vai te ajudar a ganhar escala e melhorar os processos de venda (e é super importante você ter uma loja virtual), mas lembre-se, você precisa de público para oferecer qualquer coisa. Vou listar três coisas que não vão custar nada (financeiramente) e podem te ajudar a começar a vender ou vender mais utilizando a internet.

  1. Produza Conteúdo Relevante;
  2. Distribua esse conteúdo;
  3. Crie uma Oferta;

Produzir conteúdo relevante é tão poderoso, que a Netflix está indicando séries em concorrentes.

Eles querem ir à falência? Não!

Eles querem se conectar!

E estão conseguindo! Quanto falamos de lojas virtuais, é super simples criar conteúdo.

Pense três coisas:

  • Como eu escolho o produto que vendo?
  • Como eu utilizo o produto que vendo?
  • Como eu cuido do produto que vendo?

Depois de Responder essas perguntas, basta produzir o conteúdo.

Vídeo é um dos formatos que mais engajam com os clientes.

Distribuir o conteúdo, ou seja, fazer com que as pessoas vejam, não precisa ser necessariamente pago.

Vou apresentar três formas de distribuir para pessoas segmentadas que não tem custo:

  • Crie grupos de WhatsApp com seus clientes antigos (Convide-os para trazer amigos);
  • Entre em Grupos no Facebook  e distribua o conteúdo lá;
  • Procure sites/publicações de referência e comece a interagir com as pessoas que comentam;

O terceiro ponto, é a oferta.

Ela é super importante. É nesse momento que você precisa contornar objeções e gerar muito valor para o seu cliente, assim o preço passa a se tornar irrelevante.

Depois de vender, você precisa entregar.

E, é nesse momento que a Frenet consegue te ajudar (em vários pontos):

  1. Você consegue comprar Frete mais barato;
  2. Você consegue conectar sua loja virtual com qualquer transportadora;
  3. Você consegue receber indicação de transportadoras;
  4. Você consegue criar formar personalizadas de entrega 
  5. Você consegue conectar sua loja a Motoboys

E muito mais…

Com o momento que estamos vivendo, vender utilizando a internet é a forma mais viável | OU A ÚNICA | forma de vender.

Estamos vivendo um período de digitalização em massa e acelerada, estão falando em “5 anos em 15 dias” e algumas empresas até menos!

Empresas globais, com processos complexos estão acelerando a digitalização para manter a operação.

Podemos aprender com eles e fazer melhor!

Lojas de varejo “offline” estão chamando os clientes para comprar por WhatsApp. Em nenhum momento estão falando do site.

O que eles estão fazendo? Se conectando, veja como (em três passos):

  1. PÚBLICO (PROPAGANDA NA TELEVISÃO)
  2. CONEXÃO (WHATSAPP)
  3. OFERTA (FRETE GRÁTIS/DESCONTO/KITS)

E você, está se conectando?

Comece com UM:

UM conteúdo, UM grupo, UMA oferta.

Não vendeu? Faça novamente!

Experimente um novo conteúdo, um novo grupo, uma nova oferta.

Tem mais pessoas na equipe? Potencialize!

Teste, teste e teste! Não pare!

Os maiores players vendem assim!

Vamos aproveitar e acelerar nosso negócio na internet.

Você já sabe, se precisar de gestão logística para e-commerce, conte conosco.

Leia Mais