Solucionando problemas causados pelo frete no e-commerce

A possibilidade de expansão dos negócios consolidou o e-commerce como importante meio de vendas na atualidade. Contudo, ao lado das inúmeras vantagens que essa ferramenta traz, existem problemas que devem ser conhecidos pelas empresas que têm ou desejam ter uma loja virtual. Um dos grandes motivos para um consumidor deixar o carrinho de compras e sair do site, por exemplo, está relacionado ao frete.

Sendo assim, listaremos no post de hoje alguns problemas e prejuízos causados pelo frete no e-commerce. Confira a seguir!

Problemas causados pelo frete no ecommerce

Instabilidades dos Correios como entregador

A maioria das lojas virtuais utilizam os Correios como prestador de serviços de entrega, seja pela facilidade de acesso ao serviço ou pela ampla capilaridade das agências. Entretanto, greves e outras instabilidades ocorrem frequentemente, o que ocasiona prejuízo ao atendimento dos usuários do comércio eletrônico.

Diante disso, é importante buscar alternativas. Um bom plano B são as transportadoras. Também é importante que o e-commerce pesquise e planeje bem o contrato de frete, de modo que possa atender satisfatoriamente seus clientes e não transforme isso em custos muito altos.

Atrasos e falta de organização dos Correios

Outro problema relacionado ao frete dos Correios está no atraso de entregas. Por vezes, desordens no processo logístico causam distúrbios que refletem diretamente no tempo de entrega das mercadorias. E no caso do e-commerce, isso se traduz em insatisfação dos clientes.

Para equacionar esses problemas, é preciso que a loja virtual faça um controle das entregas por meio dos códigos de rastreamento no sistema dos Correios. Esse controle permite antecipar falhas na logística e comunicar ao cliente, de forma adequada, a situação. A transparência nesse tipo de relação faz toda a diferença!

Problemas de logística reversa

A legislação brasileira garante aos clientes do e-commerce um prazo de devolução de até 7 dias, contados do recebimento do produto. Diante disso, a loja virtual é obrigada a fazer a troca ou proceder o estorno, procedimentos que geram um custo adicional para a empresa.

Com o intuito de mitigar esse problema, a loja virtual deve trabalhar produzindo descrições bem detalhadas das características dos produtos e fotos que traduzam a realidade. Além disso, a loja virtual deve tratar as trocas e devoluções como uma forma de adquirir feedback, usando isso para entender seus clientes e aperfeiçoar continuamente os negócios.

Plano de frete pouco flexível

A escassez de opções de frete é um problema do e-commerce em geral. Em outras palavras, oferecer preço único de frete ou poucos tipos da combinação preço/prazo são exemplos do que deve ser evitado pelas lojas virtuais que buscam oferecer um atendimento de qualidade.

Para contornar essas situações indesejáveis, que prejudicam o relacionamento com os clientes, o e-commerce deve manter uma tabela de fretes atualizada, visando oferecer valores diferenciados por localidade. A parceria com transportadoras, seguramente, é um diferencial, que pode levar o empreendimento a outro nível de qualidade — à medida que torna ágil a entrega e surpreende os clientes.

Conhece outros problemas enfrentados pelo e-commerce com relação a frete e logística? Ficou alguma dúvida? Compartilhe conosco!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *