O comportamento do consumidor no processo de compras virtuais

Nos últimos 30 anos, o mundo passou por uma revolução tecnológica sem precedentes na velocidade de desenvolvimento e na de troca de informações. Com a criação, desenvolvimento e popularização da internet, alcançou-se uma troca de dados jamais experimentada, efeito o qual ainda estamos descobrindo como lidar, especialmente no comércio virtual.

De acordo com a eMarketer, empresa especializada em análise e estatísticas envolvendo o mercado digital, no ano de 2014 tivemos, aproximadamente, U$1,470 trilhão de movimentações de comércio eletrônico, sendo que a previsão da mesma agência é que em 2018 atinjamos a marca de U$2,35 trilhões.

O comportamento do consumidor no processo de compras virtuais

São cifras astronômicas. Em grande medida, o crescimento das transações virtuais acompanhou as novas formas e facilidades de transações financeiras, tornando grande parte do dinheiro do mundo literalmente virtual. Com alguns cliques é possível comprar quase tudo. Soma-se a isso o desenvolvimento das redes 3g e 4g, que permitem não apenas a facilidade da compra, mas a facilidade de escolha do momento da compra. Isso alterou muito o comportamento do consumidor.

Portanto, é inegável o estrondoso sucesso do comércio virtual. Diante dessa fatia de mercado extremamente significativa, é imprescindível uma empresa se aventurar nas vendas online. Para isso, deve ter conhecimento de alguns pontos chaves de como funciona o e-commerce para o consumidor médio.

A seguir, separamos 5 dicas de como você pode aumentar suas vendas on-line. Descubra!

Mantenha simples, bonito e, mais importante, intuitivo

Um traço do comportamento do consumidor online é que ele não gosta de perder tempo. Pode passar horas procurando a melhor oferta, mas não suporta ter que usar um clique a mais do que o necessário para efetuar uma compra ou operação.

Por isso, um ponto chave — e muitas vezes ignorado — por quem começa a trabalhar com e-commerce é que o design do site atraia clientes. Um site organizado e intuitivo, que prime por uma estética simples mas arrojada, sempre terá preferência a um site confuso, em que o consumidor não consegue se localizar ou que o faz se sentir enganado e perdido. Consumidores online tem muitas opções à disposição, então, é importante fazê-lo querer a sua. Existem excelentes dicas de como tornar sua página mais funcional, com um design mais clean e bonito, por exemplo.

Facilite as compras

O consumidor virtual pode gastar horas na pesquisa pelo melhor preço, mas como dissemos, ele não gastará um clique a mais que o necessário. Uma boa loja virtual deve focar em um sistema de compras que seja ágil e permita o consumidor escolher os produtos, colocá-los no carrinho de compras e voltar para vasculhar mais. Ela deve ser intuitiva sobre como efetuar a compra, os campos de preenchimento devem ser claros e simples. Facilitar a compra torna a experiência do usuário mais proveitosa, criando nele a sensação que ganhou tempo. Isso conta muitos pontos para uma loja virtual.

Mantenha sua marca visível

Mesmo no meio virtual, em que o consumidor procura ativamente o produto, é preciso fazer marketing. E uma nova área, do marketing virtual, tem surgido justamente para tornar possível criar publicidade usando as ferramentas e recursos que a internet pode dar. A potencialidade das redes sociais, por exemplo, explora bem a forma de se fazer visível em um mundo competitivo e acirrado como o e-business. E não se esqueça que o consumidor também é gerador e compartilhador de conteúdo. As críticas positivas e negativas ao produto, serviço e todos os aspectos que circundam o e-commerce são constantemente avaliados e reavaliados, por cada pessoa que usa — ou deixa de usar — o serviço e adquirir o produto.

Assim sendo, é crucial planejar sua presença online com cuidado. Um plano de mídia é fundamental e pode ajudar muito na divulgação da marca.

Faça promoções e diminua o frete

Uma característica para se compreender bem o consumidor online é saber que ele estará em busca do melhor preço. Isso pode se dar por uma extensa pesquisa ou, o mais comum, por uma ótima promoção. Consumidores que se utilizam do e-commerce adoram uma promoção. Descontos, kits, brindes, programas de fidelidade. Todas as estratégias de redução de preço são válidas para atraí-los e fazê-los comprar.

Um detalhe muito relevante nisso é o cuidado na hora de dar opções de frete. Assegure-se que existam opções baratas — mesmo demorando mais dias —, e opções caras — com a entrega o mais imediata possível. Um valor de frete muito alto é uma das causas mais comuns de desistência de compra. Outro ponto relevante quanto ao frete é que sempre se deve deixar muito claro o valor que será cobrado por ele, ou manter da maneira mais simples possível a opção de cálculo. Tente abaixar o máximo possível o valor do frete, pense em oferecer frete grátis para algumas regiões, a depender do valor da compra.

Mas o importante é sempre ter alguma promoção acontecendo, uma oferta especial ou uma comemoração qualquer que garanta ao consumidor a sensação de estar gastando menos.

Preze pela segurança e confiança do cliente

Pessoas gostam de confiar nos lugares que compram. Com e-commerces não é diferente. Saber que a loja virtual é segura não apenas atrai, mas fideliza consumidores. Não estamos falando somente na privacidade dos dados, o que é essencial, mas seu site ou plataforma de comércio eletrônico precisa estar protegido contra a maior gama possível de ameaças cibernéticas, e isso deve ter que ficar bem claro ao consumidor final. Existem sistemas de proteção contra invasão, formas de tornar os dados criptografados mais seguros.

Sendo ainda muito recente, a categoria de e-commerce, a mentalidade desses consumidores e as formas como se desenvolve ainda estão sendo devidamente avaliadas. Mas uma certeza é que o comércio virtual não apenas chegou para ficar, como é o meio de compra que mais tem crescido nos últimos tempos.

Aproveitando essas dicas sobre o comportamento do consumidor online, sua loja virtual poderá se beneficiar ao máximo das vantagens do e-commerce. E se caso ainda você tiver dúvidas ou queira deixar algum questionamento sobre o tema, comente o post e participe da conversa.

2 comentários em “O comportamento do consumidor no processo de compras virtuais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *