Logística reversa para e-commerce: entenda a sua importância

Muito se fala sobre a importância e o papel de uma logística bem estruturada, para a realização do transporte e entregas das mercadorias até o cliente final. No caso dos e-commerces, a necessidade de fazer entregas no mesmo dia requer ainda mais planejamento e estruturação das empresas, para que isso funcione adequadamente.

Além disso, existe um outro ponto que merece igual atenção: o fluxo de trocas e devoluções.

Se você quer saber como funciona a logística reversa para e-commerce e qual é a sua importância, confira as informações a seguir:

Logística reversa para ecommerce

 O que é a logística reversa?

Como o próprio nome já diz, ela é a responsável pelo fluxo contrário dos materiais. Se por um lado a logística preocupa-se com a coleta do material no ponto de origem até a entrega no destino, a logística reversa é a parte responsável por planejar, executar e controlar o manuseio e o transporte dos materiais e embalagens do cliente até a entrega em sua origem — ou em algum ponto intermediário.

Ela é utilizada, principalmente, em casos de devoluções e trocas solicitadas pelos clientes, pela devolução de embalagens ao fabricante (como no caso das garrafas de cerveja) e também para coletas e entregas de materiais em pontos de reciclagem.

Como a logística reversa para e-commerces pode ser aplicada?

O primeiro passo para conseguir implantar esse fluxo de forma eficaz é avaliando e aprimorando os processos internos. Existem casos em que procedimentos ou, até mesmo, novas áreas são criados para uma melhor gestão. Isso é importante porque a rotina de logística reversa é diferente do planejamento de transporte e entregas.

Também é importante contar com transportadoras confiáveis, que terão um papel-chave no cumprimento do planejamento. Nesse caso, vale analisar se as transportadoras atuais possuem condições de realizar esse trabalho, aproveitando os veículos que saem para entrega e que voltam vazios para otimizar o valor do frete, ou se será necessário contratar outra empresa específica para cuidar dessa rotina.

Com os processos adequados e transportadoras confiáveis, uma empresa garante o sucesso de suas operações de logística reversa para e-commerce.

Quais são os principais benefícios obtidos?

A prática da logística reversa para e-commerce contribui, especialmente, para o aumento da satisfação do cliente com uma empresa e seus serviços. O fato de precisar realizar uma troca ou devolução pode ser prejudicial ao relacionamento cliente/empresa e fazer com que o consumidor acabe optando por outras empresas em compras futuras. Por isso, quando bem aplicada, a logística reversa passa a ideia de preocupação com o atendimento, segurança na relação comercial e, em alguns casos, pode até ser considerada como um diferencial competitivo.

Conseguir aplicar a logística reversa para e-commerce muitas vezes pode não parecer tão simples como parece, tendo em vista todas as variáveis internas e externas que podem contribuir para melhorar ou enfraquecer a relação com os clientes. O ideal é que uma empresa estruture seus processos de forma a nunca precisar realizar o fluxo reverso. E, caso precise, é importante que essa atividade possa contribuir ainda mais para a obtenção de resultados positivos.

Gostou deste artigo? Então que tal aprender também a solucionar problemas causados pelo frete no e-commerce? Confira agora!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *