6 dicas de marketing para e-commerce

As vendas online estão se tornando um dos principais alvos de negócios em empresas e startups do mundo todo. Muitos empreendedores proprietários de lojas físicas estão portando seus produtos também para lojas virtuais — e quem é marinheiro de primeira viagem vem dando preferência por começar na web.

Toda essa migração para a nuvem implica na necessidade de todos os demais serviços também se adaptarem à web, como vendas, atendimento, os ainda pouco conhecidos “provadores virtuais” e, principalmente, o marketing. Ferramenta chave quando o assunto é atrair e fidelizar os clientes, um bom web marketing é um dos pilares de qualquer empresa que esteja indo bem no mercado — e utilizá-lo da forma correta pode trazer inúmeros benefícios à sua empresa. Por isso, confira estas cinco dicas de como usar o marketing para e-commerce de forma precisa. Vamos lá?

marketing para e-commerce

Invista nas mídias sociais

A grande maioria dos internautas, quando na web, passa mais tempo consumindo blogs e redes sociais do que qualquer outro conteúdo, em virtude da facilidade de se centralizar informações — como é o caso do Facebook, onde as pessoas curtem páginas e seguem pessoas e, assim, tem todas as postagens distribuídas na linha do tempo.

Use esse fator a seu favor! Produza um bom conteúdo nas mídias sociais e deixe com que a própria procura das pessoas faça o resto. Investir em social media –— YouTube, Facebook, Twitter, Instagram, etc. — significa estabelecer rápidos e poderosos canais de relacionamento com o cliente.

Não se esqueça do e-mail marketing

Hoje, muitos podem ignorá-lo, mas o e-mail marketing é uma das mais cruciais ferramentas para gerar o aumento de conversões do seu e-commerce. Sabe aquele lead que colocou vários produtos no carrinho mas não fechou a venda? Ou, então, aquele que assinou o seu newsletter, mas não olhou nada?

É aí que entra o e-mail marketing! Integrado, por exemplo, a um sistema de loja virtual com  rastreamento automatizado, um bom e-mail marketing poderia mudar esses quadros e fazer os carrinhos abandonados ganharem vida de novo, seja enviando um cupom de desconto para o usuário que ainda não fechou o negócio ou, então, pedindo a opinião de quem já comprou sobre o serviço.

Marque presença nos sites de busca

Os motores de busca indexam o seu site quando os clientes filtram uma palavra-chave que esteja dentre as que você definiu quando criou a sua loja — no entanto, são vários os motivos que podem ou não levar o seu site ao topo do ranking dos buscadores.

Invista nesse tipo de canal. Uma campanha bem elaborada no Google AdWords é uma ótima pedida, visto que ele é o site de busca mais usado no mundo. Sempre pense em estratégias de SEO. Ter o seu site no topo significa mais notoriedade — e isso, por sua vez, vai aumentar as suas conversões.

Tenha um sistema de rastreamento como seu melhor amigo

Entrar em uma loja online, pesquisar por produtos automotivos e, depois, receber um e-mail marketing com sugestões de produtos para bebês não é nada agradável. Por isso, investir em um bom sistema de rastreamento automatizado na sua plataforma é crucial para demonstrar seriedade e adquirir a confiança e preferência do consumidor. Mapeie todos os seus passos e ofereça serviços e produtos com a maior precisão possível.

Mantenha os banners bem direcionados dentro da sua loja

Entrar em um site qualquer e ter a leitura e navegação interrompidos por dez pop-ups quase saltando pela tela não é nada agradável. Mantenha uma interface intuitiva e amigável, direcionando devidamente as propagandas e incorporando a elas somente produtos pelos quais o cliente demonstrou interesse — lembra do sistema de rastreamento?

Sempre caminhe lado a lado com o web marketing

Na internet, você não tem vendedores para observar o seu cliente, entender o que ele quer, o que ele precisa, etc. Por isso, o sistema de rastreamento e o marketing para e-commerce não são apenas diferenciais, mas elementos cruciais para manter a sua loja virtual com a competitividade necessária para se sobressair perante a alta concorrência do mercado.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *